Bispo da Guarda desafia alunos para que se matriculem nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica

Bispo da Guarda desafia alunos para que se matriculem nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica

Novo ano lectivo

Bispo da Guarda desafia alunos para que se matriculem nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica

 

No momento de preparar o novo ano lectivo, o Bispo da Guarda desafio os alunos para que não esqueçam a matrícula nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica, o que considera uma “oportunidade para não perder”.

“Vale a pena escolher a matrícula nestas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica, as quais pretendem acompanhar os alunos na descoberta desse outro saber para boa organização da sua vida pessoal e comunitária”, escreve D. Manuel Felício numa mensagem enviada ao Jornal A GUARDA.

O Bispo da Guarda adianta que “as aulas de Educação Moral e Religiosa Católica são oportunidade oferecida, nas escolas públicas, a todos os alunos para progredirem na descoberta do valor da vida”. Explica que “pela Escola passam muitos saberes, que naturalmente enriquecem os alunos e lhes dão competências necessárias para o bom desempenho das variadas tarefas que têm de cumprir”.

Recorda que “há um saber maior, que pretende conjugar todos os outros saberes e colocá-los ao serviço do bem completo de todas e cada uma das pessoas” e explica que “as aulas Educação Moral e Religiosa Católica pretendem cultivar este saber, acompanhando os alunos e abrindo-lhes caminhos de vida verdadeiramente feliz”.

D. Manuel Felício lembra que a matrícula nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica “é de oferta obrigatória em todas as escolas”. No processo de decisão, o Prelado considera que pertence aos pais e encarregados de educação, em diálogo com os seus educandos, “fazer a escolha desta matrícula e acompanhá-los, também ao longo do ano, nos processos que estas aulas envolvem”.

D. Manuel Felício adianta que “a experiência tem-nos dito que vale a pena escolher a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica”.

Este ano, as matrículas nas aulas de Educação Moral e Religiosa católica são feitas via “online”, através da internet.

 

 

Sexta, 5 de Junho de 2020