Padre Bernardo Terreiro celebra Bodas de Diamante da ordenação sacerdotal

Padre Bernardo Terreiro celebra Bodas de Diamante da ordenação sacerdotal

Bispo assinala Jubileus sacerdotais

Padre Bernardo Terreiro celebra Bodas de Diamante da ordenação sacerdotal

 

O Padre Bernardo Terreiro do Nascimento celebra, este ano, 75 anos de ordenação sacerdotal e 101 anos de vida. O feito foi assinalado, esta manhã de Quinta-Feira Santa (14 de Abril), pelo Bispo da Guarda, durante a Missa Crismal, na Sé da Guarda. Na celebração, D. Manuel Felício também deu graças pelos sacerdotes do Presbitério da Guarda que cumprem 60 anos de jubileu sacerdotal, os padres Delmar da Silva Barreiros, João Carvalho Nunes, Joaquim Pires Sequeira, Júlio Martins Pedroso e Octávio Gil Morgadinho.

O Padre Bernardo Terreiro do Nascimento foi ordenado sacerdote por D. João de Oliveira Matos, no dia 7 de Setembro de 1947, depois de ter frequentado os seminários do Fundão e Guarda. Estes seus 75 anos de vida sacerdotal foram preenchidos sobretudo com o serviço de professor nos Seminários Diocesanos e no Colégio de S. José. “É facto que o seu génio, especialmente voltado para a música, deixou marcas muito visíveis em pessoas e instituições da cidade da Guarda e não só”, considera o Bispo da Guarda.

Bernardo Terreiro exerceu o sacerdócio através da música, especialmente religiosa, compondo centenas de obras para orfeão. Fez o curso de Conservatório Nacional do Porto e vários cursos no país e no estrangeiro. Como professor de música dirigiu os coros dos Seminários do Fundão e Guarda, da Escola Superior do Instituto Politécnico da Guarda, da Covilhã, do Centro Cultural da Guarda e do Coro Etnográfico de Almeida. Compôs vários livros de música, entre os quais ‘Cantando ao Senhor da Vida – Cânticos para celebrações’, ‘Salmos Harmonizados para Orfeão” e “Fátima e a Eucaristia”.

Acérrimo defensor de Almeida e das suas gentes, Bernardo Terreiro foi, durante décadas, correspondente do Jornal A GUARDA, fazendo eco dos principais acontecimentos deste concelho raiano. Nasceu no dia 3 de Maio de 1921, cumprindo este ano, 101 anos de vida.

O Padre Delmar da Silva Barreiros foi ordenado por D. Policarpo da Costa Vaz, a 19 de Agosto de 1962. Depois de exercer o Ministério na Diocese, durante alguns anos, foi nomeado para o serviço de capelão militar, ficando depois ao serviço do Patriarcado de Lisboa.

O Padre João Carvalho Nunes foi ordenado no dia 7 de Abril de 1962, por D. Policarpo da Costa Vaz. Depois de 24 anos de Pároco na Diocese da Guarda, foi para Lisboa, onde prestou serviço, no Patriarcado, até ao ano de 2007, altura em que regressou à Guarda.

O padre Joaquim Pires Sequeira foi ordenado a 19 de Agosto de 1962. Foi nomeado capelão militar, funções que exerceu durante dois anos e depois regressou à Diocese, retomando o serviço paroquial. Foi acumulando outras funções como as de Arcipreste, professor de educação moral nas escolas públicas ou membro do Colégio de Consultores da Diocese. Actualmente é pároco Lagarinhos, Lages, Rio Torto e Vila Nova de Tazem.

O Padre Júlio Martins Pedroso foi ordenado a 19 de Agosto de 1962, por D. Policarpo da Costa Vaz. Foi pároco no Arciprestado de Trancoso durante 19 anos e depois continuou as mesmas funções nos Arciprestados de Rochoso e Almeida.

O padre Octávio Gil Morgadinho foi ordenado a 19 de Agosto de 1962, por D. Policarpo da Costa Vaz. Depois de exercer o Ministério na Diocese, durante alguns anos, foi nomeado para o serviço de capelão militar. Ficou ao serviço do Patriarcado de Lisboa, até hoje.

 

 

Quinta, 14 de Abril de 2022