Encontro dos Catequistas dos arciprestados da Covilhã, Manteigas - Belmonte

Encontro dos Catequistas dos arciprestados da Covilhã, Manteigas - Belmonte

 

Departamento Diocesano da Catequese da Infância e Adolescência

Encontro dos Catequistas dos arciprestados da Covilhã, Manteigas - Belmonte

 

No dia 20 de Outubro, decorreu, na Igreja da Santíssima Trindade - Covilhã, o Encontro de Catequistas que juntou cerca de 150 pessoas, das diferentes paróquias dos arciprestados da Covilhã e de Manteigas-Belmonte.

 

Esta iniciativa, da responsabilidade do Departamento Diocesano da Catequese da Infância e Adolescência, procurou apresentar as principais preocupações da Carta Pastoral "Guiados pelo Espírito Santo, Igreja em Renovação".

O padre Valter Salcedas aludiu para o facto de a catequese ter uma acção mais eficaz do que a missão evangelizadora, ou seja, naquilo que ela consegue fazer e despoletar para o verdadeiro encontro com Jesus Cristo. Salientou que tem de haver maior atenção à forma como se escolhem os catequistas, bem como à sua formação. Explicou que na relação entre a catequese e as famílias, quem muitas vezes faz a ponte entre as duas é, naturalmente, o catequista, que deve estar inserido na comunidade, alguém que tem uma vida cristã, um diálogo cultural com o mundo das crianças, adolescentes e jovens, com quais é importante criar uma verdadeira relação.

 

D. Manuel Felício interpelou todos os presentes a pensarem na forma como se podem concretizar dois aspectos importantes do plano de formação: como fazer a sensibilização para a vocação de catequista, que pressupõe um tempo de discernimento, e o que se pode fazer para que todos os catequistas tenham a formação necessária para desempenhar melhor a sua missão.

 

Houve oportunidade para uma partilha enriquecedora de testemunhos por parte de catequistas, relativamente ao seu chamamento e à missão que lhes foi confiada. D. Manuel Felício destacou a importância do testemunho de vida cristã, na sensibilização para ser catequista, e a necessidade de envolvimento das famílias para o acompanhamento dos seus filhos, na educação da fé, sugerindo-se mais formação nesta área e a implementação da Escola Paroquial de Pais e da Catequese Familiar.


O próximo encontro será com os catequistas dos arciprestados da Guarda e do Rochoso, no dia 3 de Novembro.

Quinta, 25 de Outubro de 2018