Homenagem ao Padre José Martinho, em São Romão

Homenagem ao Padre José Martinho, em São Romão

Seia – São Romão

Padre José Martinho homenageado nos 25 anos da Dedicação da Igreja do Imaculado Coração de Maria

 

O Padre José Moreira Martinho foi homenageado, por ocasião da Comemoração dos 25 anos da Dedicação da Igreja do Imaculado Coração de Maria (1993-2018), em São Romão, no concelho de Seia.

A homenagem quis destacar o esforço do Padre José Martinho, ao serviço desta comunidade, de forma incansável e ímpar, ao longo de sessenta e oito anos (1950 - 2018).

 

As actividades tiveram início com a Eucaristia de Acção de Graças, presidida por D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, no dia 15 de Novembro. No dia 17, teve lugar um concerto musical com Célia Oliveira. No domingo, dia 18 de Novembro, a Eucaristia foi presidida pelo agora pároco emérito, padre José Martinho. Concelebraram o actual pároco e arcipreste, padre Joaquim Pinheiro e o padre José Coelho.

 

No final da Missa foi descerrada uma placa alusiva aos 25 anos da Dedicação desta Igreja, pelos Sacerdotes presentes, por Cristina Sousa, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Seia e O almoço convívio contou com a presença de muitas pessoas de São Romão e da Lapa dos Dinheiros.

 

O padre Joaquim Pinheiro elogiou o esforço das autoridades mas, especialmente, do povo pela edificação da Igreja do Imaculado Coração de Maria, que foi ao encontro das necessidades das suas gentes na Fé e sempre pensando no futuro.

 

Paulo Pina, Presidente da União das Freguesias, destacou o padre Martinho como orientador espiritual, “Homem com uma coragem a toda a prova que exerceu o seu apostolado de forma exemplar”. Além disso, “é Cidadão capaz de se bater continuamente pelo progresso material e cultural das suas Paróquias”. Descreveu ainda todo o processo de planificação, concepção e construção da Nova Igreja, desde 1953 a 1993.

Luciano Ribeiro, Vereador da Câmara Municipal de Seia, sublinhou o percurso e obra do Padre José Martinho, bem como o elo de ligação que ficará para sempre com o Povo de São Romão. O padre José Martinho, homenageado neste dia, fez uma breve resenha do “deserto de 40 anos” que demorou a construção da nova Igreja de São Romão, com avanços e pausas: Lembrou a generosidade do povo e de algumas pessoas, especialmente, da Senhora Maria do Céu Monteiro Belo que, à data, doou 100 mil contos.

 

José Sério e Imelda Loureiro, ambos ligados a este movimento de homenagem e comemoração, sublinharam o papel de todas as Associações envolvidas, e, em especial os Movimentos Paroquiais, realçando todo o esforço, mérito e trabalho desenvolvido. Para o padre José Martinho deixaram “uma forte palavra de reconhecimento e alegria por estar sempre connosco”. E acrescentaram que o padre José Martinho “será para toda a História uma referência de vulto para São Romão e para a Diocese da Guarda”.

 

Para assinalar as comemorações foram editadas uma pagela e uma brochura ilustrada evocativa dos principais momentos da obra da nova Igreja de São Romão, com alusão ao padre José Martinho. Para breve está anunciada a produção de uma medalha comemorativa em bronze.

 

 

 

Terça, 4 de Dezembro de 2018