Diocese da Guarda leva oito participantes ao Encontro Europeu de Jovens

Diocese da Guarda leva oito participantes ao Encontro Europeu de Jovens

Diocese da Guarda com oito participantes

Encontro Europeu de jovens na passagem de ano em Madrid

 

Oito jovens da Guarda vão participar no Encontro Europeu de Jovens que se realiza em Madrid, de 28 de Dezembro a 1 de Janeiro de 2019, em Madrid. A capital espanhola acolhe, pela primeira vez, este encontro que é animado pela comunidade de Taizé.

 

O Padre Rafael Neves, coordenador do Departamento da Pastoral Juvenil e Vocações, na Diocese da Guarda, adiantou ao Jornal A GUARDA que “os jovens da Diocese que vão participar são, essencialmente, das zonas de Seia e do Fundão” e “ficam alojados em famílias propostas pela organização, nas paróquias de Madrid”.

 

Rafael Neves esperava uma maior adesão dos jovens da Guarda a esta iniciativa atendendo ao facto de se realizar em Madrid e “porque em diferentes lugares da Diocese há gente que faz a oração de Taizé, com regularidade”. 

“Não esqueçamos a hospitalidade” foi o tema proposto para o Encontro Europeu de Jovens, num texto do irmão Alois, prior de Taizé, publicado para a ocasião.

 

Madrid vai ser a quarta cidade espanhola a receber a espiritualidade da comunidade monástica francesa depois de Barcelona, Santiago de Compostela e Valência.

O encontro europeu 2017 promovido pela Comunidade Taizé reuniu 20 mil jovens em oração e celebração ecuménica, em Basileia, na Suíça.

O Encontro Europeu de jovens costuma reunir milhares de jovens para uma nova etapa da “peregrinação de confiança através da Terra” iniciada pelo irmão Roger no final da década de 1970.

“Os dois últimos Encontros Europeus foram realizados em cidades do norte da Europa. Este ano será numa cidade do sul da Europa em que nunca tivemos um Encontro Europeu.

 

Na Península Ibérica já fomos calorosamente recebidos em várias ocasiões, em Barcelona, Lisboa e Valência. Agora formos convidados a animar em Madrid o 41º Encontro Europeu. Madrid é uma cidade aberta e diversificada, os seus habitantes vêm de todas as regiões de Espanha e de outros países. Muitas famílias estarão disponíveis para abrir suas casas num espírito de acolhimento aos peregrinos que virão de toda a Europa. Madrid já acolheu várias reuniões internacionais, acordos de paz e protocolos ecológicos. A nossa peregrinação de confiança será enriquecida pelos valores desta tradição de solidariedade”, explica a organização.

 

Segunda, 24 de Dezembro de 2018